sexta-feira, 26 de outubro de 2012

A moda do C ... alguma coisa
As siglas que indicam o cargo que o profissional ocupa dentro da empresa viraram estão disseminadas pelas grandes (e também pequenas) organizações. Seja para indicar interna e externamente o quanto um cargo é importante, seja para ganhar status, não se fala mais diretor-geral e sim CEO (chief executive officer). Abaixo um dicionário corporativo:

CEO - chief executive officer
É o cargo mais alto da empresa. É chamado também de presidente, principal executivo, diretor geral, entre outros. Quando existe um presidente e um CEO, o primeiro é mais forte.

COO - chief operating officer
A tradução é executivo chefe de operações. Geralmente o braço direito dos CEO´s.

CFO - chief financial officer
Um nome mais sofisticado para diretor de finanças.

CHRO - chief human resources officer
Mais conhecido como diretor de Recursos Humanos.

CIO - chief information officer
CIO - chief imagination officer
Responsável pelo planejamento e estratégia por trás da tecnologia. Pode ser também chief imagination officer, termo criado pela fabricante americana de computadores Gateway. É responsável por promover a criatividade entre o pessoal.

CTO - chief technology officer
Existe uma confusão muito grande. Geralmente o CTO comanda a infra-estrutura da área de tecnologia. Enquanto o CIO o seu uso estratégico.

CKO - chief knowledge officer
CLO - chief learning officer
Responsável por administrar o capital intelectual. Ele precisa reunir e gerenciar todo o conhecimento da organização.

CRO - chief risk officer
Além de gerenciar o risco nas operações financeiras, o CRO também é responsável por analisar as estratégias do negócio, a concorrência e a legislação.

CMO - chief marketing officer
Diretor de marketing. No BankBoston é o profissional responsável por cuidar também dos novos negócios e Internet.

Outras palavras bastante usadas:
Chairman - presidente do conselho
Country manager - diretor geral para o país

Fonte(s):

http://vocesa.abril.uol.com.br

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Ando tendo crises de ansiedade fortes. E essa casa de "sexta-feira" não está ajudando.

Se eu não me segurar eu posso acabar chorando pela Caroline Silva Lee, e pelo seu namorado, 09 anos mais velho e para sempre um triste.

Me identifico muito com ambos, de uma maneira que não quero pensar sobre agora.

o texto de hoje é para ela:

"
Você olha e acha que só porque leu mais livros que uma pessoa, sabe mais, se expressa melhor. Mas o que ela me disse com seu último olhar, nunca encontrarei palavras, em biblioteca nenhuma no mundo, que sejam suficientes para descrever todos aqueles sentimentos."

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Crises de ansiedade, excesso de café.

texto de hoje:



"Sem risos, nem balões espalhados pela casa. Sem amigos escondidos, sem velas para serem acesas e depois apagadas. Sem desejos para serem assoprados. Sem canções, nem palmas, nem pedidos de discurso. A casa realmente quieta, as luzes estavam realmente apagadas, e era realmente seu aniversário. Isso não era uma surpresa, e nem era algo feliz.
Girou a chave, descalçou o sapato, e sem perceber esperou dois segundos a mais que o normal para ligar o interruptor. Estava vivo mais um ano, não era exatamente um bom motivo para comemorar.
Se arrastou pela programação insossa da TV; esfregou dos dentes com pasta, a pele com sabonete e os olhos com os dedos. Achava ridículo usar pijama, mas isso não o impedia. Achava ridículo sua condição, mas isso não o impedia. Achava ridícula sua tristeza, mas isso não o impediu de querer ouvir “feliz aniversário” de qualquer um que fosse.
Fechou os olhos e conseguiu dormir logo.
Parabéns."

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

PAULICÈIA CITY




- onde a ausência está sempre presente –


A parede já tinha perdido o calor
das suas costas
O chão já estava limpo
do seu sangue
As minhas costas já cicatrizavam
das suas unhas
Você já estava em casa
E eu estava sozinho.
Novamente.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Essa semana foi bem... curiosa.

Mas o que me chamou a antenção é que teve apresentação do "Carteiro das Bonecas" em BH - queria ter visto.

E teve uam demonstraçao do Plinio no Rio de Janeiro - Eu precisava ter visto.

Este ano e no ano passado fiquei muito tempo parado e depois tudo se acumula. Naõ sei se a falha é minha, mas deve ser.

Textinho de hoje:

"O teu seio brinca com o meu e se tornam cúmplices. Tua pele desliza na minha e me faz úmida. Tuas unhas se divertem, teus dedos me conhecem crespa, meus dentes mordem meus próprios lábios antes que você o faça. Meu pescoço é vítima frágil. Poderia contar cada parte de mim que se arrepia, mas não quero. Quero mais. Estou pronta, e sempre estive. Seus olhos não perdem tempo, meus olhos perdem o foco. Arranho meu esmalte, puxo o meu cabelo e te exijo. Você em mim sou eu. Me descubro fora de mim. Não penso, só peço. Não falo, só arfo, gemo e quero. Sou destruída em um milhão de pedacinhos que brilham e se espalham. Não sei como, me recomponho. Te olho. Nosso suor unidos em nós. O meu sorriso é um reflexo do teu. E nos desmanchamos. Agora somos duas. É uma estranha solidão esta: a de mim sem você dentro.”

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Ando me atrapalhando... Tenho dois livros para escrever - necessidade própria; e se passar em dois editais que gostaria muito, terei que escrever mais dois.

texto de hoje:



"Ele pagara as contas da luz, água, celular, internet, e a do cartão. Só não pagou a do gás porque ainda usa bujão. Mas isso vai mudar, disse uma vez Janete, cansei dessa coisa feia e suja, não quero nem saber mais se esta vazando. Mês que vem, ou você encana o gás, ou leva um cano meu! Ameaçou Janete. Cidinho sabia das coisas. Janete ainda fazia alguma comida durante a semana, ele não queria perder esse prazer. Já estava cansado das pizzas, hot-dogs, beirutes, e o que mais entregassem na sua casa, mas Janete estava mais cansada que ele para ficar em frente do fogão. Cidinho lhe dava atenção, pagava suas roupas, não reclamava quando ela saía para dançar com as amigas, e não comentava que se ela estava tão cansada assim, devia era ficar em casa. Cidinho era um bom marido. não traía, nem nunca pensara nisso; e quando Janete não estava disposta, nem insistia no sexo, que praticava sozinho e escondido. Cidinho era bom para Janete, sabia disso. Mas as vezes ser um homem bom não é suficiente, ele pensou quando decidiu que sim, mês que vem, ia mandar encanar o gás"
 

terça-feira, 16 de outubro de 2012

Conversando com minha amiga colombiana que mora na França... Que quer fazer teatro e não consegue. Não sei porque, ela tenta me explicar, mas sou limitado linguisticamente. Algo que queria melhorar, mas depois falo mais...

texto de hoje:

"Ela bailava ao som das velas. O ar, as sombras, as chamas, cantavam. E ela bailava. Os risos, as palmas, os gritos, eram molduras. Fechei as janelas para que o dia não nascesse. Meu peito batucava, meus olhos iluminavam, minha boca pedia mais. E ela bailava."

segunda-feira, 15 de outubro de 2012

PAULICÉIA CITY



- onde há sempre um toque de veneno-


Havia impaciência
resmungos e intransigências
tudo isso em forma de mulher.
A larguei no ponto do ônibus.
Voltei
 comi um bife quase cru
coloquei Racionais bem alto
e deixei a porta aberta do banheiro.
A vingança pode ser boba
mas satisfaz

quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Hoje tem ensaio com a Day e a Erica. - Quero fazer da sede onde ensaíamos um centro cultural, por isso estou tentando criar espeáculoos que possam ser apresentados lá, e que atraiam o público do entorno.

Estou pensando em públicar aqui também os textos que coloco no Face, assim, quem vier aqui tem mais um atrativo...

Farei isso a partir da semana que vem.

:O)

Só volto na segunda.


(queria ir para Paris.)

(mas quem não quer?)

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Estou cansado.

Cansado fisica e moralmente.

terça-feira, 9 de outubro de 2012

Na tentativa da ativa.

Ok.
Fiquei novamente muito tempo sem escrever aqui.
 Bem, vou tentar denovo,e com uma nova dinâmica:

* Decidi que os textos de ficções irei pubilcar no Face.

*Aqui colocarei as coisas mais pessoais e profissionais.
  vou tentar...

 Mas vou tentar seriamente. E tentarei fazer atualizações diárias - vai que alguém começa a ler, não é?


 :O)