segunda-feira, 28 de março de 2011

PAULICÉIA CITY

-onde o que faz falta é aquilo que nunca se teve-


Eu sinto falta daquela voz cantando para mim.
Eu sinto falta daquele sorriso após dizer meu nome.
Sinto falta daqueles seios perfeitos em ondulação suave
algo que nunca vi

Sinto saudades da gente brincando de dar nomes aos cachorros
Sinto saudade da gente não conversando sobre religião e agradecendo
a Deus cada um a sua maneira pelo outro do seu lado.

Sinto falta do Y no meu beijo.

2 comentários:

  1. E pq não acaba com essa saudades logo?
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Como é bom te ler, mocinho.
    Me faz bem....

    Saudades...for ever

    ResponderExcluir